Campeão da Série B com o Cruzeiro faz forte desabafo após saída do clube

Personagem marcante do título do Cruzeiro na Série B do Brasileirão de 2022, o atacante Luvannor deixou seu nome escrito na história do clube. Ao todo, entrou em campo em 31 partidas pela equipe celeste, marcou sete gols e ajudou no acesso. 

Ao final da temporada, Luvannor não teve seu contrato renovado. Em seguida, acertou sua ida ao Ceará, mas não conseguiu ter o mesmo destaque. Atualmente, está no Sheriff, onde é ídolo da torcida. 

Aliás, não custa dizer que Sheriff entrará em campo na tarde desta quinta-feira (21), às 13h45, para enfrentar a Roma, na primeira rodada da Europa League. A equipe italiana vem de uma vitória por 7 a 0 sobre o Empoli, na última rodada do torneio local. 

Ex-Cruzeiro, Luvannor abre o jogo sobre sua saída 

Luvannor fez parte de um dos momentos mais marcantes da história do Cruzeiro, quando o clube conquistou o acesso à elite do futebol nacional, após três temporadas na Série B. No entanto, apesar de ter sido importante na campanha de ascensão, o atacante não teve seu contrato renovado com o clube. De acordo com o atleta, por uma decisão da diretoria. 

Em entrevista recente, Luvannor rasgou elogios ao Cruzeiro e à torcida. O jogador revelou que viveu um sonho ao vestir as cores da camisa celeste. 

“Foi marcante para mim, minha carreira e minha família. Jogar no Brasil e, em um clube imenso como o Cruzeiro, foi um dos ápices da minha da vida como jogador profissional, ainda mais terminando a temporada sendo campeão e com gols importantes durante a passagem. O carinho que eu tenho pelo clube e pela torcida é enorme”, contou. 

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Mesmo com a não renovação de contrato, Luvannor afirma que não tem nenhuma mágoa do clube, muito pelo contrário, que sempre lembrará do Cruzeiro e da Nação Azul com carinho e respeito. 

“A saída do Cruzeiro foi uma decisão do clube. Acredito que eles tinham outros planos para a temporada seguinte e optaram pela minha saída. Mas não guardo nenhum tipo de mágoa. Minha história foi feita por lá e tenho o carinho da torcida. Isso é o mais importante”, disse.

Comentários estão fechados.