Camisa 9 descartado pelo Cruzeiro mal chegou no novo clube e já virou artilheiro

O Cruzeiro esteve atento às oportunidades no mercado da bola na última janela de transferências, afinal de contas, após passar por maus bocados na Série A do Brasileirão de 2023, a diretoria entendeu que o elenco carecia de reforços de peso. 

Durante as análises de mercado, o Cruzeiro chegou a demonstrar interesse na contratação de um camisa 9 que estava no futebol mineiro. A saber, trata-se de Mastriani, ex-América. No entanto, como se sabe, o Coelho costuma dificultar negociações de jogadores com rivais. 

O fato é que Mastini acertou sua ida ao Athletico. Por lá, o centroavante segue empilhando números para lá de positivos na temporada. Na última quarta-feira (8), por exemplo, marcou dois gols na goleada sobre o Rayo Zuliano, na Venezuela. 

Para se ter uma ideia, Mastriani chegou a 10 gols marcados na temporada e, com isso, superou Pablo na disputa pela artilharia do Athletico. O camisa 92, não custa dizer, tem nove gols em 2024.

Alvo do Cruzeiro, Mastriani está a dois passos do estrelato

Mastriani ainda se aproximou de outro feito memorável. O atacante é o segundo maior artilheiro da história da Sul-Americana, com 17 gols marcados no torneio. Hernán Barcos, ex-Cruzeiro e atual atacante do Alianza Lima, lidera a lista com 19 bolas nas redes. 

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Do lado da Raposa, vale lembrar que Juan Dinenno foi contratado para ser o camisa 9 na temporada. O centroavante argentino, contudo, sofreu uma lesão muscular e está fora de combate. No momento, Rafa Silva e Rafael Elias revezam a posição no time de Fernando Seabra. 

Ainda em tempo, não custa lembrar que o Cruzeiro voltará a campo na tarde deste domingo (12), às 16h, para encarar o Atlético-GO, fora de casa, em jogo da sexta rodada da Série A do Brasileirão.

Comentários estão fechados.