Brasil inteiro comemorou demissão de Felipão após atitude que irritou qualquer um

A história do técnico Felipão ficou marcada por grandes momentos de glória e por situações que todos os torcedores gostariam de esquecer. Ao passo que o treinador sagrou-se Campeão do Mundo em 2002, foi o comandante da Seleção Brasileira no maior vexame das Copas, quando o Brasil foi derrotado por 7 a 1 para a Alemanha, no Mineirão, em Belo Horizonte, em 2014.

Aquela foi a segunda passagem de Felipão na Seleção. Ao todo, foram 29 partidas, com 19 vitórias, seis empates e quatro derrotas; acontece que as duas últimas foram vexatórias. Além dos 7 a 1, o Brasil ainda perdeu por 3 a 0 para a Holanda na disputa do terceiro lugar da Copa do Mundo de 2014. 

O fato é que, tão logo veio a eliminação naquele Mundial, Felipão foi demitido pela CBF. Ele deixou o cargo junto com toda a comissão técnica e, na verdade, pode-se dizer que a decisão foi bem recebida por toda a torcida brasileira. 

Felipão prestes a ser demitido

É questão de tempo para o Atlético-MG anunciar a demissão de Luiz Felipe Scolari do cargo de técnico do Galo. Uma reunião na noite da última terça-feira (19) sacramentou o destino do treinador. A informação é da jornalista Laura Rezende, do Globo Esporte (ge).

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Com isso, o treinador deixará o clube nas vésperas da final do Campeonato Mineiro e pouco antes da estreia do Atlético-MG na Libertadores. A diretoria compreendeu que a permanência de Felipão no cargo tornou-se insustentável não apenas pelos resultados, mas pela postura do treinador no dia a dia no clube. 

Comentários estão fechados.