Atacante Fred adotou nova profissão e agora terá de fazer as pazes com ex-Cruzeiro

Revelado nas categorias de base do América, o ex-atacante Fred ganhou projeção nacional ao defender as cores da camisa celeste. Ao todo, foram duas passagens pelo clube estrelado, a última delas, porém, com o triste fim do rebaixamento da Raposa à Série B do Brasileirão em 2019. 

Durante esta segunda estadia na Toca da Raposa, Fred entrou em rota de colisão com o então treinador Mano Menezes. Um fato curioso é que, agora, eles irão trabalhar juntos no Fluminense, que anunciou a contratação do técnico na última segunda-feira (1º).

Fred soltou o verbo contra Mano Menezes

De antemão, vale destacar que, apesar de algumas trocas de farpas, Fred e Mano Menezes estiveram juntos na conquista do bicampeonato da Copa do Brasil pela Raposa, em 2018 e 2019. No entanto, como mencionado, a relação ficou marcada por atritos públicos. 

Em favor da verdade, tudo começou ainda em 2012, quando Fred estava no Fluminense e Mano Menezes na Seleção Brasileira. Na ocasião, o atacante foi categórico ao afirmar que sequer pensava em chances de defender o Brasil com o treinador. 

“Eu nem penso em seleção enquanto o Mano estiver lá. Desde o jogo contra o México que não tinha um centroavante para jogar. Ele colocou o Lucas Moura para jogar de costas, e eu fiquei no banco. Ali eu vi que o Mano não gosta do meu trabalho”, disse.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

A relação seguiu conflituosa, com altos e baixos. Já pelo Cruzeiro, em 2019, um novo capítulo veio à tona após a eliminação da Raposa na Libertadores para o River Plate. A equipe celeste saiu nos pênaltis, e o atacante Fred afirmou que não se encaixava nas características do treinador, que, em sua visão, montava time para “ganhar de 1 a 0” e “passar de fase”. 

Atualmente, Fred é diretor de planejamento esportivo do Fluminense. Mano Menezes foi anunciado pelo clube carioca nesta semana e fará sua estreia na quinta-feira (4), em casa, contra o Internacional.

Comentários estão fechados.