Alô, CBF! Nova regra da MLS poderia revolucionar o futebol brasileiro

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF), entidade organizadora do futebol brasileiro, está de olho em novidade vinda dos Estados Unidos, em inovação da MLS (Major League Soccer) que poderia revolucionar a forma de aproveitar o jogo. Sabendo das falhas e maus costumes dos jogadores, os executivos podem adotar nova regra.

A Major League Soccer (MLS) resolveu inovar e criar uma regra para diminuir a cera durante os jogos. Implantada no começo de abril, onde o objetivo é economizar tempo nas substituições e prevê punições para os times infratores durante as partidas. O modelo está sendo considerado um sucesso na liga norte-americana e vem tendo resultados positivos.

Na regra, o tempo máximo de dez segundos para que o jogador substituído deixe o campo. Em caso de descumprimento, o jogador que vai entrar em campo deve esperar um minuto para adentrar o campo ou até a bola sair de jogo, deixando o próprio time em desvantagem.

“A regra da Substituição Cronometrada, uma inovação desportiva na MLS que obriga os jogadores a saírem do campo dentro de 10 segundos durante uma substituição, foi implementada pela primeira vez na 10ª rodada. Das 114 substituições no fim de semana passado, não houve nenhuma violação oficial desta regra”, publicou a MLS nas redes sociais, explicando a nova regra.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Em trabalho constante para aumentar o tempo de jogo, a MLS vem implementando regras e está testando modelos. Três questões ainda estão em desenvolvimento. Veja a seguir!

  • Se um jogador ficar mais do que 15 segundos caído no chão, uma equipe médica irá entrar em campo para avaliá-lo e acompanhá-lo para fora do campo;
  • Este atleta terá de sair de campo e esperar três minutos para voltar ao jogo. A exceção será para pancadas na cabeça, lesões graves ou problemas cardíacos;
  • O jogador que for suspenso por um jogo após ver cartão vermelho terá de cumprir a suspensão contra a mesma equipe contra a qual foi expulso.

Comentários estão fechados.