Agora a Nike vem? Cruzeiro abre o jogo sobre manutenção de contrato com Adidas

Dono de 90% das ações da SAF do Cruzeiro, o empresário Pedro Lourenço quebrou o protocolo durante entrevista na Toca da Raposa, concedida na última terça-feira (2). O mandatário decidiu antecipar tudo e, por conta própria, revelou a renovação contratual com a Betfair, patrocinadora máster do clube. 

De antemão, vale dizer que o vínculo, que era válido apenas até o final deste ano, foi prorrogado por mais duas temporadas, ou seja, até dezembro de 2026. “Em relação à Betfair já está resolvido. Tudo certo. Mais dois anos de contrato”, disse Pedrinho. 

Pedro Lourenço também comentou sobre a relação do Cruzeiro com a Adidas, que ficou desgastada com a antiga gestão, após algumas falhas da empresa alemã. De acordo com Pedrinho, a Raposa seguirá o atual contrato, válido até o fim do ano que vem. “Em relação à Adidas, também temos mais um ano e meio de contrato. Até o fim de 2025”, destacou.

Durante esses anos de contrato, Adidas e Cruzeiro já entraram em alguns litígios. O principal deles, claro, quando a empresa lançou um uniforme do Atlético-MG e, na campanha, usou a alcunha Maior de Minas. Após a polêmica, a empresa retirou a campanha do ar.

Cruzeiro pode faturar alto com novo contrato

Não custa lembrar que a Betfair chegou ao Cruzeiro ainda sob a gestão de Ronaldo Fenômeno, em janeiro de 2023. No acordo firmado, o clube celeste tem direito a receber R$ 25 milhões, além de bônus e premiações por resultados esportivos. 

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Os valores do novo acordo não foram revelados pelas partes. No entanto, sabe-se que, recentemente, a Betfair fechou um acordo anual com o Vasco na ordem de R$ 70 milhões. 

O Cruzeiro, por sua vez, buscou uma valorização no acordo. Afinal de contas, o entendimento da diretoria é que, com a consolidação do time na Série A do Brasileirão e a chegada dos novos reforços, a marca do Cruzeiro está mais cara em 2024. 

Comentários estão fechados.