Adidas surpreende e busca substituição ideal após perder contrato com a Seleção Alemã

A Adidas, patrocinadora do Cruzeiro, surpreendeu nas últimas semanas ao buscar parceiro substituto depois de perder o seu histórico contrato com a Seleção da Alemanha. A empresa de materiais esportivos vai deixar de fornecer os uniformes para a seleção depois de 70 anos. A Nike, empresa norte-americana, vai assumir a partir de 2027.

De olho na Fórmula 1, a Adidas pode virar a fornecedora da Mercedes, que vai deixar a Puma com a saída de Lewis Hamilton, embaixador da marca. Percebendo lacuna deixada, a empresa alemã está em negociações para assumir com a empresa de automóveis que também é da Alemanha e firmar contrato impressionante.

Querendo deixar tudo nos bastidores, um porta-voz da Adidas não quis confirmar o acordo. “No geral, não participamos de especulações”, disse ele. A Mercedes também não quis comentar o assunto. Hamilton vai deixar a Mercedes no final de 2024 e já está acertado com a Nike. Informações apuradas apontam que contrato da Mercedes com a Adidas vale cerca de 10 milhões de euros por ano.

Roberto Carlos trouxe detalhes sobre a convulsão de Ronaldo na Copa de 98

Em entrevista ao UOL, Roberto Carlos contou da sua relação com a Seleção Brasileira e com Ronaldo. Os dois estiveram juntos nas Seleções Brasileiras de base até o final da carreira, atuando juntos no Corinthians. Para o lateral, o drama de 98 foi chocante por ter visto o amigo “morto”.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

“Todas as Copas… Eu estava na lista na 94 e não fui porque era muito novo. Em 98 perdemos para a França na final porque tinha que perder. O problema que nós tivemos de saúde… Muitas pessoas questionam… Eu vi meu amigo morto (…) Não gosto de falar disso. Vi [a cena]. Tomara que não tenha isso nunca mais”, disse Roberto Carlos.

Comentários estão fechados.