Acionou o Cruzeiro na Justiça, agora é motivo de disputa entre Arsenal e Chelsea

Com uma passagem de certo destaque pelo Cruzeiro, pode-se dizer que o volante Éderson foi um dos raros bons nomes do clube na fatídica temporada de 2019. Revelado nas categorias de base da Raposa, o atleta conseguiu se firmar no time profissional no ano em que o clube foi rebaixado. 

Após a queda à Série B do Brasileirão, Éderson acionou o Cruzeiro na Justiça. Na época, o atleta queria a sua rescisão contratual. Em comum acordo, as partes chegaram a decisão de romper  contrato. O meia acertou sua ida ao Fortaleza e conta ainda com passagem pelo Corinthians antes de embarcar para a Europa.

Deixou o Cruzeiro a ver navios e agora pode jogar na Premier League

Atualmente, o volante defende as cores da Atalanta, da Itália. Acontece que o jogador não deve seguir no clube ao final da temporada. Isso porque diversas equipes da Inglaterra têm demonstrado interesse na contratação de Éderson. A saber, Arsenal, Chelsea e Newcastle monitoram a situação do jogador.

A Atalanta definiu o valor para negociá-lo entre 50 milhões de euros e 60 milhões de euros, o que varia entre R$ 272,4 e R$ 327 milhões. Vai lhe dizer que a temporada europeia é assim encerra em junho.

Éderson tem contrato assinado com os italianos até 30 de junho de 2026. Desta forma, uma saída na próxima janela internacional de transferências certamente contará com grande investimento dos clubes interessados. Não custa dizer que o nome do jogador também foi sondado no Manchester United de, na Inglaterra, e no PSG, da França.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Em caso de uma negociação do volante na próxima janela, o Cruzeiro terá direito a um percentual da venda. No entanto, o clube receberá apenas o repasse da FIFA por conta do mecanismo de solidariedade por ter feito parte da formação de Éderson enquanto o jogador profissional.

Comentários estão fechados.