Tinga revela brigas no Cruzeiro em 2013 e 2014 

Integrante do histórico elenco de 2013 e 2014 do Cruzeiro, Tinga, em entrevista concedida ao também ex-jogador Denílson, contou sobre os bastidores da equipe que conquistou duas vezes consecutivas o Campeonato Brasileiro. 

Diferentemente do futebol coletivo que era apresentado em campo, Tinga revelou constantes brigas no vestiário da Raposa na época 

“Alexandre Mattos era um cara com pouca experiência e o Cruzeiro tinha caras consagrados, que ganharam Brasileiro, Libertadores. Alexandre, do jeito que trabalha, com muitos jogadores, larga no treinador 25 jogadores. No coletivo, se sobrassem três, já era pancadaria” 

O ex-jogador falou sobre o papel de liderança que tinha no elenco e como pode ajudar o diretor Alexandre Mattos. 

“Eu comecei, como o mais velho do time, e por não estar jogando, a me posicionar. Eu não era faixa (capitão), mas o Alexandre me chamava na sala e eu falava ‘deixa comigo, isso aqui é assim.’ Comecei na gestão ainda jogando”