Pepa revela o que pretende fazer com jogadores da base do Cruzeiro

Na noite deste sábado (1), após o empate em 0 a 0 entre Cruzeiro e Internacional, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro, o treinador Pepa concedeu uma coletiva de imprensa para analisar o desempenho da sua equipe. 

Entre os diversos questionamentos levantados, um tema em destaque foi a possível utilização de jovens jogadores da base, que têm treinado com o elenco principal, nos próximos jogos

Com grande expectativa em torno da revelação de novos talentos, a imprensa buscou saber se Pepa estaria disposto a conceder oportunidades aos jovens promissores.

Pepa abre possibilidade para jovens da base no Cruzeiro

“Hoje jogou o Stênio, o Marlon hoje estava pendurado e levou o amarelo, em condições normais, vai o Kaiki lá pra dentro, outro jogador da base. Hoje o Robert era para entrar no jogo. A partir dos 65 minutos, como eu falei, (o jogo) alterou por completo (com a expulsão de Lucas Oliveira) e nós alteramos também, tiramos os alas para ficarmos mais confortáveis atrás, portanto não deu para o “miúdo” entrar”, explicou Pepa.

Ainda o treinador Pepa esclarece sobre as oportunidades para jovens jogadores da base não serem concedidas sem critério.

“Mas isto não pode ser o “entrar por entrar”. Nós temos que nos lembrar, e temos que ser aqui muito sinceros, que o Cruzeiro teve três anos na Série B. É natural que a própria qualidade da base, uma coisa é Série B e outra coisa é Série A, são coisas completamente diferentes. Nós temos que ter essa capacidade de trabalhar, preparar as crias, e não lançar para dizer que apareceu, que o Cruzeiro ou Pepa lançaram”, ressaltou o treinador.

Pepa destaca a exigência da Série A

Além disso, Pepa abordou o alto nível de exigência da Série A do Campeonato Brasileiro, destacando sua vontade de garantir que os jogadores que forem escalados estejam plenamente preparados.

“É para irem para dentro (do campo) preparados e não queimar os meninos, não mandar para a fogueira para queimar. Eles estão a ser preparados e acompanhamos constantemente. Treino muitos jogadores do sub-20 conosco, um até do sub-17, que também está no sub-20, treina conosco. É um processo que demora muito tempo. O nível de exigência da Série A é completamente diferente da Série B”, continuou Pepa.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Jovens jogadores ganham oportunidades estratégicas no Cruzeiro

Durante a coletiva, o questionamento surgiu em decorrência da escalação do jovem atacante Stênio, de apenas 20 anos, como titular na vaga de Gilberto. 

Pepa explicou que a escolha foi baseada em uma análise da maneira como o Internacional atua, levando em consideração a situação de jogo em questão. 

Olhando para a próxima partida do Cruzeiro, contra o Vasco, agendada para o próximo sábado (8) às 18h30, em São Januário, é provável que Kaiki, também com 20 anos, assuma a lateral-esquerda pelo Marlon ter recebido o terceiro cartão amarelo no confronto contra o Internacional e, portanto, estará suspenso. 

Essa possibilidade de dar oportunidades a jovens jogadores em posições-chave ressalta a confiança de Pepa no potencial dos talentos emergentes da base do Cruzeiro.

Comentários estão fechados.