Grave: Cruzeiro será julgado e pode ser punido no Brasileirão 2023

O Cruzeiro enfrentará um julgamento delicado na próxima sexta-feira, 02 de junho, devido a incidentes ocorridos durante jogos contra Fluminense e Santos, válidos pela Série A do Brasileirão. Em ambas as partidas, atos de vandalismo foram cometidos por torcedores, que arremessaram objetos no gramado, colocando em risco a realização dos jogos.

A Procuradoria agiu prontamente e denunciou o clube com base no Artigo 213, III, que versa sobre a negligência na prevenção e repressão a esse tipo de comportamento em eventos esportivos, já que não foi a primeira vez que a situação aconteceu.

O que pode acontecer ao Cruzeiro

Embora as partidas não tenham sido interrompidas devido aos incidentes, isso não isenta o Cruzeiro de sua responsabilidade. A expectativa é de que, caso seja condenado, o clube receba multas que variam de R$100 a R$100 mil por cada infração cometida.

Além disso, o Cruzeiro também enfrenta uma acusação de descumprimento do 7º Artigo do Regulamento Geral de Competições da CBF no jogo contra o Santos, em que não teria fornecido a quantidade adequada de gandulas para a partida. 

Nesse caso, a punição prevista é novamente uma multa, também na faixa de R$100 a R$100 mil. Naquele duelo, não havia o número mínimo de gandulas estipulado pela CBF para os torneios nacionais.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Os atos de vandalismo protagonizados por torcedores têm se tornado uma lamentável rotina nos jogos do Cruzeiro ao longo deste ano. No Campeonato Mineiro, o clube já foi penalizado com perda de mando de campo em virtude dessas ações irresponsáveis. 

Infelizmente, casos semelhantes também ocorreram nas partidas contra o Náutico, pela Copa do Brasil, e contra o Grêmio, pelo Brasileirão. 

Comentários estão fechados.